Mostrando postagens com marcador LENDAS URBANAS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador LENDAS URBANAS. Mostrar todas as postagens

31 de julho de 2013

Lenda do corpo seco



Segundo a lenda o "Corpo-Seco" teria sido em vida um homem que brigava muito e espancava a própria mãe. Devido a incrível maldade que havia dentro dele, assim que morreu virou uma criatura maligna que costuma ficar camuflada nos troncos das árvores só a espera de alguma criança malcriada passe destraida perto dele. Dizem que apesar de sua maldade, o Corpo-Seco, que também é conhecido como Unhudo, teria se arrependido de ter maltratado a mãe e por essa razão ele pune todas as crianças que demonstrem teimosia ou que respondam para suas mães. Talvez tivesse vindo daí o ditado popular que diz: "Quem bate na mãe fica com a mão seca".

Existe também outra teoria sobre a origem do Corpo-Seco que diz que ele teria sido, em vida, um homem muito egoísta e mesquinho que cultivava uma variedade enorme de frutas e grãos em sua fazenda. Mas após uma época de estiagem em que diversas pessoas estavam passando fome, conta-se que o fazendeiro se negou a dividir seus estoques que havia guardado em grande quantidade. Os populares se revoltaram e em meio a briga o fazendeiro acabou morrendo vítima de um enfarto. Mas após sua morte ele não teria descansado, sua raiva só aumentou e acabou por se transformar em uma criatura/espírito cruel e vingativo. Diz a lenda que a a criatura que outrora foi um fazendeiro fica nas matas a espera de qualquer um que cruze seu caminho e jamais deixa que outras pessoas se aproximem de árvores frutíferas, ás quais ele considera serem sempre de seu antigo pomar.

A lenda do Corpo-Seco está espalhada por todo o Brasil, principalmente nos estados do Amapá, Paraná, Amazonas e Minas Gerais. Existem ainda alguns países de língua portuguesa que também cultuam essa lenda.

Já no interior de São Paulo a lenda ganhou um certo toque "vampiresco". Dizem que o cadáver fica camuflado em meio a mata a caça de pessoas desavisadas, quando o infeliz passa ao seu lado a entidade suga todo o seu sangue o transformando em um Corpo-Seco também. Mas se ninguém passar perto da entidade por muito tempo ela morre de fome e fica igual a uma árvore seca. Por essa razão que existem muitas árvores mortas com aspectos humanos.

Já em Ituiutaba, Minas Gerais, há uma outra variação da lenda. Dizem os populares que o corpo de uma mulher que havia sido enterrado no cemitério municipal não permanecia no fundo da cova mais do que algumas horas. Segundo os mesmos, a terra expulsava o corpo. Era como se a terra repelisse o corpo da mulher. Os bombeiros teriam sido chamados e na falta de uma explicação (e de uma solução) os bombeiros teriam levado o corpo da mulher para uma caverna que fica em uma serra ao sul do município e a teriam deixado lá para seu descanso eterno. Mas segundo os moradores que ousam andar pela estrada de terra que fica a margem da serra, dizem escutar lamentos e gritos de uma mulher vindos de dentro da caverna. A serra onde se encontra a caverna ficou conhecida como a "Serra do Corpo-Seco".


OVINIS sendo observados em todo o mundo


OVINI EM CURITIBA
    No Estado do Paraná existem diversos casos anômalos interessantes ocorridos na região da Serra do Mar.

12 de março de 2012

Zumbis existem

Sim de acordo com o antrpólogo canadense Wade Davis.Ele ficou amigo do haitano Clairvius Narcisse,que teve sua morte documentada em 1962,mas

14 de dezembro de 2011

A Lenda da Loira fantasma de Curitiba


Uma das lendas urbanas muito antigas em Curitiba, relata o caso da loira-fantasma , que aparecia normalmente para os taxistas, esta lenda foi muito difundida, trata-se do seguinte:

21 de novembro de 2011

Maria Bueno, a Santa de Curitiba

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Google+ Followers

Translate

Visualizações de página!!

Visitantes

free counters

doistoquesdobrasil.blogspot.com